“Os números não mentem. Sem dado você é simplesmente uma pessoa com uma opinião qualquer.”

Por vezes observamos o quanto é difícil iniciar a análise de dados dentro de uma empresa. Na maioria das vezes, verificamos que os gestores vivem o dia-a-dia, apagando os incêndios, mas não conseguem gerenciar métricas e mesmo que queiram, não sabem por onde começar. Separamos algumas dicas para iniciar a cultura de análise de dados na sua empresa:

1 – Identifique um conjunto pequeno, mas significativo de métricas

Identifique as métricas que são importantes para seu negócio e que você não tem resposta para elas ainda, exemplo:

Qual produto gera maior receita?
Quais clientes compram a maioria dos produtos?

Tenha ideias sobre outras métricas aqui: http://livingnet.com.br/qlikview/8-perguntas-empresas-orientadas-a-dados-sabem-na-ponta-da-lingua/

2 – Reúna dados
É preciso construir uma base tecnológica, reunir os dados, saber de quais as fontes o dado será extraído
Retenha dados mesmo que você não saiba se vai utilizá-los.

Exemplos de fontes de dados:
Arquivos (excel, xml, access)
CRM (salesforce, SugarCRM, Microsoft Dynamics CRM)
Mídias sociais (facebook, linkedin, mailchimp, twitter, youtube)
Produtos Google (adwords, adsense, analytics etc.

3 – Escolha uma ferramenta e crie um pequeno dashboard
Comece com um pequeno dashboard simples com dados que você já possui. Meça tudo o que pode ser quantificado, se não puder quantificar, use métricas quantitativas (baixo, médio, alto).

4 – Tenha certeza que os líderes das empresa sabem que estão sendo avaliados e como medir isso
É preciso reconhecer e valorizar o dado. Abordagens top-down funcionam bem, quando o executivo demanda quais métricas deseja saber dos líderes das diversas áreas.

5 – Gerencie o que você mede
Faça reuniões semanais para apresentar os números e a comparação entre uma semana e outra.
É preciso fazer várias reuniões para que a equipe assimile e se envolva com a ideia de que essa novidade é a forma que as decisões serão conduzidas a partir de agora.