Líder em análises visuais, a Qlik anunciou no final do ano de 2016 uma parceria forte e estratégica com as Nações Unidas, trazendo o poder da análise de dados aos esforços humanitários globais para impactar eficiência e eficácia.
Através do “Office of Information and Communications Technology” (OICT), estão a plataforma de análise visual da Qlik para criar aplicativos que promovam as missões das Nações Unidas.

A parceria realizada como parte do programa Qlik Corporate Social Responsibility Change Our World (Mude Nosso Mundo), que fornece softwares e serviços para melhorar o bom trabalho das organizações humanitárias, dando sentido a informações complexas.

Através dos esforços propostos pela OICT, tratado totalmente de forma que o BI como ferramenta social reconhece cada vez mais que os problemas em um país reverberam em outro, a ONU apoia a análise dos objetivos de desenvolvimento sustentável, apresentando indicadores dos enormes volumes de dados disponíveis para identificar e rastrear melhorias em barreiras ao bem-estar da população.

BI como ferramenta social: aplicativos foram lançados

Um dos aplicativos que mais se destacaram analisa os resultados das 245 reuniões, 64 resoluções aprovadas e 26 declarações presidenciais. O público pode explorar itens da agenda, missões do Conselho de Segurança por localização, decisões e votação, e muito mais.

Outro app, projetado pela Divisão de Estatísticas da ONU, contém visualizações interativas de dados de série temporária para download que refletem os dados comerciais mais recentes disponíveis no UN Comtrade. Além disso, na medida do possível, as lacunas de dados foram estimadas e sinalizadas de acordo.

Os dados de exportação e importação dos países são exibidos em um mapa mundial que é codificado por cores pela intensidade do comércio e visualizações de saldos comerciais, principais parceiros comerciais. Pode ser ainda mais personalizado, selecionando países, regiões individuais ou múltiplos, e períodos de tempo.

A Qlik é a principal e mais pioneira plataforma de análise visual de BI e como ferramenta social está ajudando a desbloquear as possibilidades baseadas em dados para as Nações Unidas e que juntos podem usar dados para mudar os resultados para governos, regiões e pessoas que precisam.